“A juventude não é apenas um período de vida (…), mas uma qualidade de alma que se caracteriza precisamente por um idealismo que se abre para o amanhã.” (Joao Paulo II)


segunda-feira, 7 de julho de 2014

Feridas de Amor

"Senhor, impõe Tuas santas Mãos sobre nós e curar-nos de todos os males."
Olá amigos (as)! 
A postagem de hoje começa com essa oração do Padre Alexandre Paciolli sobre o evangelho do dia. E me veio a mente os momentos ou pessoas da nossa vida que necessitam da nossa oração. Aquelas situações que estão acima do nosso querer e do nosso agir só podem ser refeitas com o auxílio de Cristo.
E se você for como eu que precisa parar um instante e pedir o amor de Pai que só vem de Deus, não cesse de fazer esse pedido sempre que necessitar. 

Contudo há uma condição para ser atendido: A Fé.

Como anda a sua relação com Deus? 
Que nesse começo da semana, se a tribulação vier, quando a nossa família ou amigos precisar, que possamos nos lembrar de Cristo e pedir com a mesma fé daquela mulher que acreditou que ficaria curada se apenas tocasse a barra do manto de Jesus: "Senhor, impõe Tuas santas Mãos sobre (a sua intenção) e cura-nos de todos os males"

E creia que esse pedido vai além da cura do corpo,  mas atinge a alma.

Afinal, as mãos de Cristo foram pregadas na Cruz por amor. Amor que não passa, que se renova a cada Celebração da Santa Missa.



Ouça Jesus dizer:
"Coragem filha (o)!

Sua fé curou você"
Basta crer. 
Mateus 9, 18-26

domingo, 29 de junho de 2014

Bispo Diocesano Dom Antônio presidiu Missa em Jardim do Seridó pelo clero e é acolhido pela Juventude


Nesta sexta feira, dia 27 de junho de 2014, Dia do Sagrado Coração de Jesus, o Bispo Diocesano de Caicó, Dom Antônio Carlos, presidiu Missa Solene, no Santuário do Sagrado Coração de Jesus, em Jardim do Seridó. 

Com a presença do Apostolado da Oração do Zonal V e de vários sacerdotes. Dom Antônio falou sobre a experiência que todos devem fazer com Deus, de forma especial os sacerdotes. Dom Antônio falou que é sempre necessário voltar ao primeiro amor. 

Dom Antônio falou também que não somos escolhidos por sermos bons, mas, porque Deus é bom, nos chama para que possamos estando perto dele, sermos transformados por seu amor.


Fotos com à Juventude:



segunda-feira, 26 de maio de 2014

Meu tempo e o tempo de Deus

Olá irmãos (ãs)!
 Como hoje é Segunda-Feira muitos de nós retomam as atividades do dia a dia como faculdade, trabalho, escola e etc. Porém, reservamos tempo para nos encontrar com o Senhor durante o nossas atividades? 
O que Deus nos diz?


Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.
Que proveito tem o trabalhador naquilo em que trabalha?
Tenho visto o trabalho que Deus deu aos filhos dos homens, para com ele os exercitar.
Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim.
Já tenho entendido que não há coisa melhor para eles do que alegrar-se e fazer bem na sua vida;
E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus
.

Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.
O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou.
Vi mais debaixo do sol que no lugar do juízo havia impiedade, e no lugar da justiça havia iniquidade.
Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo o propósito e para toda a obra.

Disse eu no meu coração, quanto a condição dos filhos dos homens, que Deus os provaria, para que assim pudessem ver que são em si mesmos como os animais.
Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade.
Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.
Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra?

Eclesiastes 3.21


quarta-feira, 21 de maio de 2014

Por amor a Jesus, tomar a cruz a cada dia

Não há como seguir e servir a Jesus  sem tomar a cruz. São Pedro disse:
“Na medida em que participais dos sofrimentos de Cristo, alegrai-vos, para que na revelação de sua glória possais ter uma alegria transbordante. Bem- aventurados sois se sofreis injúrias pelo nome de Cristo, porque o Espírito de glória, o Espírito de Deus repousa em vós.” (1Pd 4,13-14).
Sentimos em nossa carne, que a conquista da perfeição cristã é algo que supera as nossas forças humanas, por isso os santos parecem aos nossos olhos como sobre-humanos.
Na verdade, foi com o auxílio da graça de Deus que chegaram ao estado da bem-aventurança. “O que é impossível à natureza, é possível à graça de Deus”, disse Santo Agostinho. Ele ensina que a graça não anula e nem dispensa a natureza, precisa dela e a enriquece.
Como Deus nos vocacionou para sermos santos, Ele dirige a nossa vida e os nossos passos sempre nessa direção. Na medida que a nossa liberdade o consente, Ele dirige os nossos caminhos para esse fim. É por isso que nos acontecimentos de nossa vida muitas vezes não entendemos o que nos sucede. Na verdade é a mão invisível de Deus a nos conduzir.
Edith Stein dizia que não sabia para onde ia, mas que estava em paz porque tinha certeza de que era Deus quem a conduzia. O médico não prescreve o medicamento que agrada ao paciente, mas aquele que o cura. Assim também, como o Médico das almas, Deus nos apresenta muitas vezes remédios amargos, cruzes, mas é para a nossa santificação. As provações e as tentações que Deus permite que nos atinjam são para o nosso bem espiritual.
A Bíblia nos dá essa certeza. Àqueles que querem ser seus discípulos, o Senhor exige:

sábado, 26 de abril de 2014

A ALEGRIA é contagiante quando alimentada na fé


“Aquele que tentar salvar a sua vida, a perderá. Aquele que a perder, por minha causa, a reencontrará” (Mt 10,39).
Na manifestação de Sua Vontade Amorosa, “faça-se a luz”, “façamos o homem à nossa imagem e semelhança” (Gn), Deus imprimiu à vida o ritmo da alegria. A natureza, nos tempos fortes e fracos, obedientes à lei da criação, traduz alegria. Na correria vertiginosa e forte da catarata, suas águas, em nenhum instante, deixam transparecer a calma, a falta de movimentação aparente no lago que formarão. É o tempo forte e fraco do ritmo da vida da natureza.
Na vida humana também há essa periodicidade: tempo para rir, tempo para chorar. Tempo para nascer, tempo para morrer. Há tempos fortes, em que nosso ser é exigido a tomar uma atitude profundamente radical, diante do Senhor da Vida: SEGUIR as exigências daquele que nos torna mais homens, ou não seguir e tatear pelas veredas do humanismo. Na resposta livre e responsável, o homem viverá a calma, o abandono em Deus.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Vem aí o VII Encontrão do EJC!!! Uma imensa ALEGRIA em seu coração...


Mensagem de reflexão

A ESPOSA DE DEUS (Para refletir)
Um menino de 10 anos estava parado na frente de uma loja de sapatos olhando a vitrine e tremendo de frio. Uma senhora aproximou-se do menino e disse-lhe: “Meu pequeno o que você está olhando com tanto interesse nesta vitrine?”.
O menino então respondeu: “Estava pedindo a Deus que me desse um par de sapatos”. A senhora segurou a mão do menino e o levou para dentro da
loja. Pediu ao funcionário que pegasse 6 pares de sapatos para o menino. Perguntou ao empregado se poderia também lhe emprestar uma bacia com
água e uma toalha. O empregado trouxe-lhe rapidamente o que pediu.
A senhora levou o menino no fundo da loja, lavou os pés dele e secou-os com a toalha. Então o funcionário chegou com os sapatos, a senhora pôs-lhe um par deles no menino e os comprou.

Juntou os outros pares e também os deu ao menino. Afagou o menino na cabeça e disse-lhe: "Não há dúvida que você se sente mais confortável agora.”
O menino a abraçou, e quando ela já se voltava para sair o menino com lágrimas nos olhos lhe perguntou: “A senhora é a esposa de Deus?"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Barra de compartilhamento

RÁDIO CANÇÃO NOVA

*